Escolha alimentar: como as pessoas decidem o que comer?

Quer receber notícias do Portal Saúde pelo whatsapp? Clique aqui

Em meio as tantas opções, você já se perguntou da escolha alimentar, ou seja, do porquê as pessoas preferem comer uma coisa a outra?

Por Rosangela Sampaio

Você já se perguntou “por que as pessoas comem o que comem?”. A resposta para essa pergunta, com certeza, não é simples.

Isso porque a escolha alimentar é resultado da interação de múltiplos fatores, sejam biológicos, ambientais, sociais ou psicológicos.

Ou seja, para mudar comportamento é necessário compreender os determinantes que afetam a escolha dos alimentos.

Mudar comportamento envolve muito mais do que conhecimento e informação.

Para propor ações de educação alimentar e nutricional que visem de fato essa mudança, precisamos compreender os diversos fatores relacionados a tudo que uma pessoa ou comunidade conhece e acredita sobre alimentação e nutrição.

Outra questão muito importante é a abordagem multidimensional do alimento.

Assim, o alimento não se limita à dimensão biológica, ele também representa aspectos culturais, sociais e afetivos dos indivíduos e das comunidades.

As pessoas tomam decisões sobre os alimentos a todo o momento: Quando comer? O que comer? Com quem comer? Quanto comer?

Então, não importa se estamos falando de uma refeição ou apenas de um lanche, as vontades relacionadas às escolhas alimentares são complexas e influenciadas por muitos fatores.

“O alimento não se limita à dimensão biológica, ele também representa aspectos culturais, sociais e afetivos dos indivíduos e das comunidades”.

Afinal, como é feita a escolha alimentar?

Compartilho a seguir alguns exemplos dos principais determinantes das escolhas alimentares:

Biológicos /Sabores – prazer de comer “fome hedônica”;

Econômicos/Custos – disponibilidade de alimentos; acesso a feira, sacolões, supermercados, entre outros;

Sociais / Culturais – formas de preparo, tradições e meio social;

Psicológicos / Humor – combustível para compulsões levando a comportamentos disfuncionais na relação com alimento.

Lembre-se de que comemos alimentos!

Você já ouviu alguém dizer: “Nossa, que delicioso está este zinco”, ou, então,  “Você prepara maravilhosamente este magnésio com cálcio”? Não!

E se você ficou surpreso com essas expressões, é porque você já se deu conta de que no dia a dia comemos alimentos e não nutrientes.

Portanto, limitar a alimentação à dimensão biológica não faz sentido quando falamos do comportamento alimentar.

A nossa alimentação e as nossas escolhas alimentares estão relacionadas a diversos fatores, que chamamos de “determinantes do comportamento alimentar”.

A formação de hábitos alimentares saudáveis começa muito cedo, já no ambiente intrauterino.

A infância, e em especial os primeiros mil dias de vida da criança, período que compreende a gestação e os primeiros dois anos de vida da criança, é uma janela para a formação de hábitos alimentares saudáveis.

Por isso, nunca se esqueça de que os hábitos alimentares saudáveis formados nesse período tendem a permanecer por toda a vida!

Quem é Rosangela Sampaio?

Rosangela Sampaio é psicóloga, palestrante, escritora e apresentadora do programa Mulheres em Flow.

Dentre seus trabalhos literários estão o capítulo “O poder do autoamor”, da obra “Autoamor – Um caminho para regulação emocional e autoestima feminina”, além das coordenações editoriais e coautorias dos livros “Sem Medo do Batom Vermelho”, onde aborda um tema que é sempre polêmico, a rivalidade feminina, e “Mulheres Invisíveis”, sobre violência contra a mulher.

Também é colunista de portais expressivos e revistas nacionais, entre eles O Segredo, Revista Vivendo PlenaMente, Revista Cenário Minas e Revista Statto, onde leva informações sobre saúde mental para todos com uma linguagem leve, acessível e mostrando que disfunções emocionais fazem parte da vida de todos, não apenas “de gente fraca”.

Saiba mais sobre o seu trabalho em @rosangelasampaiooficial e @mulheresemflowoficial.

Redação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Next Post

Janeiro Branco: Sua empresa promove o cuidado à Saúde Mental?

Sun Jan 24 , 2021
Quer receber notícias do Portal Saúde pelo whatsapp? Clique aqui O início do ano é sempre uma nova oportunidade na qual nos sentimos incitados a olhar para tudo o que podemos fazer de diferente.   E como profissionais, dentro de uma empresa, construímos metas, objetivos pessoais, coletivos, ações e planejamentos.. […]